Respeito pelo ser humano

Síndrome do intestino irritável:

O que é Síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é uma doença comum crônica que afeta o intestino grosso (cólon) e que exige acompanhamento médico no longo prazo.

Causas

As paredes dos intestinos são revestidas com músculos que se contraem e relaxam conforme o alimento ingerido vai passando do estômago em direção ao reto. Na síndrome do intestino irritável, as contrações podem ser mais fortes e podem durar mais tempo do que o normal, fazendo com surja alguns sintomas característicos da doença, como gases, flatulência e diarreia. Poder ser, ainda, que aconteça justamente o oposto, com contrações intestinais mais fracas que o normal, o que retarda a passagem de alimentos e leva a fezes mais endurecidas.

Não se sabe exatamente o que leva uma pessoa a desenvolver a síndrome do intestino irritável, mas uma combinação de fatores pode estar envolvida:

Ainda não se sabe como alergias ou a intolerância alimentar podem estar relacionadas à síndrome do intestino irritável, mas os sintomas costumam aparecer após uma pessoa comer determinados alimentos, como chocolate, especiarias, gorduras, frutas, feijão, repolho, couve-flor, brócolis, leite, bebidas gaseificadas, álcool, entre outros.

Sintomas de Síndrome do intestino irritável

Os sinais e sintomas da síndrome do intestino irritável podem variar muito de pessoa para pessoa e são, muitas vezes, semelhantes aos sintomas de outras doenças. Os mais comuns são:

  • Dor abdominal ou cólicas
  • Sensação de inchaço
  • Gases
  • Diarreia ou constipação – às vezes alternando crises entre os dois problemas
  • Muco nas fezes.

A síndrome do intestino irritável é uma doença crônica na maioria dos casos, mas há momentos em que os sintomas manifestados são piores e momentos em que eles são melhores. Podendo, inclusive, ter fases completamente assintomáticas.

Tratamento de Síndrome do intestino irritável

Como não se sabe exatamente o que leva à síndrome do intestino irritável, o objetivo do tratamento é aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Ele pode ser feito pelo uso de medicamentos específicos para a síndrome.

Mudanças no estilo de vida do paciente fazem parte do tratamento. Incorporar suplementos de fibra e de medicamentos anticolinérgicos, antiespasmódicos, antidepressivos (em doses menores) e remédios contra a diarreia devem vir acompanhados de alterações radicais na dieta, com a eliminação de bebidas gaseificadas, alimentos gordurosos e glúten da alimentação diária.

Convivendo/ Prognóstico

Mudanças de estilo de vida e na alimentação precisam vir acompanhadas do tratamento médico. Adote algumas medidas e acelere a recuperação. Veja dicas:

  • Pratique exercícios físicos regulares e melhore seus hábitos de sono. Essas medidas ajudam a reduzir a ansiedade e aliviam os sintomas
  • Mudanças na dieta são necessárias. No entanto, não há um cardápio fixo a seguir, pois a doença difere de uma pessoa para outra e, por isso, as alterações na dieta variam de acordo com o paciente. No geral, as recomendações seguem um padrão: evitar bebidas gaseificadas, cafeína, álcool, produtos lácteos, alimentos gordurosos e glúten. Converse com seu médico antes de fazer mudanças em sua alimentação
  • Beba muito líquido. Manter-se hidratado é essencial para a recuperação
  • Alimente-se regularmente, durante todo o dia e em pequenas quantidades. Evite grandes refeições.

Lembre-se: o importante é evitar possíveis gatilhos para os sintomas da síndrome e adotar um estilo de vida saudável, mantendo um bom peso também. Excesso de peso e obesidade podem provocar prejuízos à saúde e também ao tratamento.

Complicações possíveis

A diarreia e prisão de ventre, ambos sintomas da síndrome do intestino irritável, podem levar a um quadro de hemorroidas. Além disso, se você evitar certos alimentos, pode não ter o suficiente dos nutrientes e calorias que você precisa, o que leva à desnutrição. Converse com um médico sobre a possibilidade de tomar suplementos vitamínicos.

O impacto da síndrome do intestino irritável em sua qualidade de vida pode ser a complicação mais significativa de todas. Os sintomas e o longo tratamento, juntamente com todas as restrições médicas, podem levar os pacientes à depressão.

Prevenção

A principal dica preventiva para evitar síndrome do intestino irritável é manter um estilo de vida saudável, longe de vícios e da má alimentação. Evite álcool, cigarro e drogas recreativas, bem como alimentos gordurosos, bebidas gaseificadas e consumo excessivo de cafeína.

Pratique exercícios físicos regularmente e faça exercícios de relaxamento e meditação, a fim de evitar estresse. Acompanhamento psicológico também é indicado.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Federação Brasileira de Gastroenterologia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *